Archive for fevereiro \25\UTC 2013

‘metodologia de trabalho aplicada às condições mercantis contemporâneas’

fevereiro 25, 2013

fechei-me em pensamentos devaneios
selada com betume é toda a fresta
procuro neste escuro antigos veios
em meio a tanta coisa que não presta

não tenho pra escrever melhores meios
do que com meus terrores fazer festa
na qual eu dos pecados sugo os seios
não sei fora daqui o que me resta

talvez me reste a folha rabiscada
garranchos garatujas mal escritas
não deixam de também ser uma estrada

calçada por palavras algo aflitas
são pedras de algum tipo de intifada
que vão talvez além de quaisquer gritas.

fevereiro 24, 2013

se foi a poesia dos meus dedos
melhor teria sido a luz dos olhos
presentes, retumbantes, os meus medos
ungidos com mais sórdidos dos óleos

emaranhados, ódios e segredos
nas carnes sinto os golpes de mil relhos
os sonos mais profundos são degredos
angústias refletidas: mil espelhos

terei o meu caminho nestas vias?
jamais tenho a ciência do que eu quero
terei prazer – será? – nas agonias?

divirto-me, talvez neste entrevero
e cada qual que tenha as alegrias
prefiro – eu escolhi – o desespero.