Archive for março \29\UTC 2012

quizá otro cantará con mejor plectro:

março 29, 2012

meu luto é o mais sincero, mas vou rir
e não, eu não vou rir um riso amargo
recuso as amarguras e passo ao largo
prefiro trabalhar pelo porvir

coragem pra pensar e decidir
o que vou criticar, vai sem embargo
arrisco, sem temer, em meu encargo
jamais que tentarei me redimir

você, presente gênio, me ensinou
a ter fé no palhaço, no carlitos
escolho o meu caminho? sei que eu vou

negando, calmamente, velhos ritos
escrevo, porcamente, o que eu sou
enquanto o velho mestre sobe aos mitos.

março 25, 2012

se tudo é poesia
o som de existir é o tom
que toca a grafia

março 7, 2012

disseram que nos maus agouros tinha
que ter o meu apego em quem foi forte
em quem deu seu exemplo ao consorte
quem fez brotar no seco a doce vinha

então: homero, hesíodo e safo (a minha)
catulo e petrônio, o antigo é forte
depois petrarca aqui me deu seu norte
camões, lope de vega, eis mi’a sina

gregório, triste augusto e o pessoa
florbela, os modernistas e as escolas
do século que ainda em nós ecoa

se for a mim preciso, peço esmolas
pra mim, não é desonra ser à-toa
pior é depender de idéias tolas.