Archive for setembro \24\UTC 2011

setembro 24, 2011

http://www.4shared.com/audio/iQZ7jBJM/sexo.html

setembro 21, 2011

depois do pesadelo receber
insônia, sentinela que vigia
vigília indesejada em que me via
em vias de jamais espairecer

enquanto me lamento por não ser
aquele consagrado desde a pia
o tempo segue em dia e depois dia
ninguém pode impedir o amanhecer

sozinho, por escolha ou por destino
não sei se é mais difícil ser assim
eu sei que minha sina eu não ensino

talvez bem pouco veja além de mim
e assim meu próprio sangue eu contamino
contando ter assim sei lá que fim.

setembro 20, 2011

apito a ressoar distantemente
com força delicada, embora forte
existe uma caldeira em minha mente
sem ser humano algum por meu consorte

um trilho deita sobre o seu dormente
fumaça não tem nada e vai pra morte
o trem oprime e passa indolente
o fumo vai nos ares… tem mais sorte?

alguns tem um caminho e tem amparo
mas pagam, em tributo, submissão
uns outros estão livres, pagam caro?

certeza de se ter sempre seu pão
e ter ao seu destino sempre claro
corroi bem vorazmente um coraçao.