o céu escurecia, estava roxo
luz fraca por detrás de folhas negras
o céu e as folhas; mar batendo frouxo
seu cinza esverdeado a compor regras

as ondas cintilavam nesse empuxo
formavam linhas claras nessas trevas
formaram cinco linhas em seu fluxo
a pauta, que é o melhor dos pentagramas

as linhas e os espaços, por-lhes notas?
pensei em qual das claves estaria
compasso e armadura, abrir quais portas?

enquanto elucubrava, o mar rugia
seu tom que vem das eras que vão mortas
jamais que posso por-lhe melodia.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: