viver a vida, a alguns, é enfrentá-la
estranho, pois se luta com inimigo
combate-se sem dó a ferro e bala
os tento eu entender, mas não consigo

a voz que vem de dentro não se cala
dizendo para mim, aqui comigo
que vida é um impulso e nos embala
jamais a entenderei como um perigo

pois sempre se termina tudo igual
assim nesta certeza não há risco
nem cabe ver seu fim como algo mal

entendo a existência o instante arisco
que pede pra fruirmos tal e qual
alguma boa canção de um velho disco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: