Archive for janeiro \22\UTC 2011

janeiro 22, 2011

qualquer humano é um ser contraditório
por óbvio, ‘ser’ tranpõe toda razão
e além do que lhe fala sua emoção
o mundo a seu redor se faz notório

não creio tal destino ser inglório
é nossa diante posta condição
nem creio ser tão má resignação
pra mim, a ignorar é ser simplório

problema é se resolve ter bandeira
daí, contradição à hipocrisia
converte-se, vulgar, dessa maneira

pregar solenimente uma utopia
doutrina, ou qualquer outra besteira
implica certamente em uma miopia.

Anúncios

arbeit macht frei

janeiro 18, 2011

ociosidade amante doce e linda
venha comigo, seja a luz bem-vinda
na escuridão das torturantes obras
que pelas quais só recebemos sobras

nossos trabalhos agourentos finda
mas, inobstante, nossas mentes inda
tormentem, tais e quais covis de cobras
tenha piedade, vá, garanta as horas

que docemente esperdiçadas vão
nos ensinando o gosto mais sublime
inércia mãe, suplico ter perdão

no colo seu recolha, peço, mime
nos ensinando o seu viver mais são
eis uma fé que, sem cobrar, redime.