lembranças misturadas aos delírios
perdidas divisões de dentro e fora
amálgama, prazeres e martírios
o tempo concentrado em um agora

a fé e o medo, crenças queimam círios
e voz quase inaudível, surda, implora
clamando em desconexos termos gírios
do nada tudo acaba: já deu hora

de volta à realidade, o que ele touxe
consigo dessa terra tão distante?
‘somente meu vivido’, resignou-se

ignora o que julgamos importante
com força de um centauro dando um coice
apenas frui zeloso seu instante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: