perdidit urbes

meu tédio é irmanado com meu pânico
sufoco diariamente pouco a pouco
e sinto que, impotente, fico louco
prostrado frente a um ídolo tirânico

que ordena o impossível por mecânico
em cota desta malha um elo solto
um brilho bem distante em mar revolto
agrura que constrói transe epifânico

não sou destas palavras operário
nem tento me fazer maravilhoso
espero, paciente, ao meu páreo

mas… fato que eu preciso ter um gozo
que sempre foi além do numerário
cinquenta e um, catulo: um ocioso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: