Ap. 9:6

naquelas noites quentes, solitárias
que a vida se tornava insuportável
pensei por demasia em coisas várias
e tudo era coberto por um véu

as crenças e verdades salafrárias
um ódio mal contido e inenarrável
senti fraternidade pelos párias
e desejei a morte inexorável

eu não fui contemplado, estou aqui
fazendo mais uns versos aflitivos
sabendo que jamais me redimi

mas, porra, só eu sei dos meus motivos!
você também os tem (os tem pra si?)
por hora, só é certeza estarmos vivos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: