Archive for setembro \30\UTC 2010

setembro 30, 2010

o pouco que restou de um ideário
eclético de esquerda nunca pura
foi férrea, forte e má nomenklatura
assim é que ficou este cenário

apenas burocrata, sou sumário
desde a guerrilha contra a ditadura
de contas e papéis ela faz cura
enquanto seu PT se faz corsário

mas contra fé, carisma messiânico
do mítico operário do sertão
ninguém pode. tornou-se um ser titânico

que faz que bem quiser nesta nação
talvez você pressinta um certo pânico
talvez o seu sentir não seja vão.

o papo do vovô.

setembro 29, 2010

alguns o dizem ser da oposição
uns outros dizem ser o da direita
mas não o vejo tendo uma missão
talvez pela campanha tão mal feita

invoca o efeagá de coração
mas lula com temor ele respeita
promete ser melhor continuação
não é do tipo forte, pouco peita

está nessa eleição só por tabela
ministro contra a aids e o tabaco
(um certo moralismo ele revela?)

no fim, só militante enchendo o saco
se importa com esse cara e sua mazela
jamais vi ser segundo um ser tão fraco…

adendo rápido sobre um candidato ao legislativo federal:

setembro 28, 2010

jhsadjAFG LKFDHSDFHk ljsdfjhj hdjrf
çlskedhbrf 6f344nc9i544ldf ideoierkhg
mshbwcfe bnadedk jdhdfg jdhsgdshd
kjshfg jadwqwd jfkhpo lfoipoohj

mnshgrdf payeg jsgadfdk sqaqfklg
hagdf klabx\keduj540o mmdjmfnf
mshj, kfkhlodfj !@#$%¨&*( jdggfk
!@#$%¨&* +_)(*&¨%$ !@#$%¨&* hfhjh

hbfjh pppnbsg eeefvfjhki jgkjhkju
hdffjh llldhgikul hfikujkjsfgtkhsh
jdfbfksasgrfkmlk ehghek jhsahfdkk

cdl jkfjhlj hdghglhgkgykhkjjklj
jsjhfg 1232 0987 jdhlhk 555555 &
GDKGLKJHJH HSKJKLXHRR LTOKSDGTGK

setembro 28, 2010

da nossa… como digo? ‘intelligentzia’
tornou-se a candidata natural
(jesus, que trocadilho mais sem sal)
mas um contraditório há na essência

evoca mais a crença que a ciência
talvez seja eu estéril, racional
demais, e nosso mundo cultural
me esgote facilmente a paciência

assumo abertamente o preconceito
que tenho por quem é muito apegado
na fé, a qual eu nunca bem aceito

talvez nitzsche demais… ‘moral de gado’…
nem sei, mas vejo o mundo desse jeito
e pouco importa se eu estou errado.

mais um zé…

setembro 28, 2010

eu quase me esquecia desse cara
porque, vão se foder, haja comuna!
e todos com a mesma velha tara
embora nossa esquerda jamais se una…

sectário de outra quarta, se separa
com outros trotisquistas não coaduna
pois só sua estratégia é mesmo clara
e o resto eles dirão: quinta coluna

do meu ponto de vista, que se foda
pois eu que não acredito em nada disso
do dito por quem crê a vida toda

naqueles ideais que não tem viço
ainda que seu sonho um dia ecloda
não contem que eu me ponha a seu serviço!

setembro 27, 2010

dos menos expressivos é o melhor
embora suas idéias dêem repulsa
mas vendo-o debater lá na record
espírito de porco ele me aguça

aquilo que sabemos nós de cor
deturpa incrivelmente, ele abusa
e causa desconforto ao seu redor
o faz sem medo algum de uma recusa

está se aproveitando da vitrine
aberta nesse tempo eleitoral
nem temo que o discurso contamine

não posso respeitar seu ideal
por mais que muitas vezes bem opine
o seu anacronismo o faz banal.

setembro 27, 2010

o seu belo prenome, algo profano
remete-me às estepes da mãe rússia
e faz com que eu pense em todo dano
de seu vermelho-sangue (que hoje fúcsia)

o velho pensador nascido em prússia
bem pouco influencia em nosso plano
herói vermelho aqui é o mexicano
aquele que se gaba da sua astúcia

delírio inexpressivo, uns caras poucos
de herança estalinista requentada
a cara de quem tem uns pinos soltos

estão esperançosos na jornada
virtude que é comum a todos loucos
que rumam convencidos para o nada.

HeyHeyHey… YMCA.

setembro 24, 2010

um jingle que atormenta desde… quando?
nem sei e que se foda, pouco importa
de novo uma campanha, e o mesmo canto
que toda a gente sempre se recorda

alguma vez também me vi cantando
o réquiem da campanha natimorta
notei o que fazia com espanto
pois não sou de dar corda pra calhorda

atrás desta grudenta melodia
esconde-se o mais torpe moralismo
que faz com que eu sufoque em agonia

nação, religião, proselitismo
daquilo mais tacanho, mas que um dia
ainda poderá voltar, eu cismo.

foda-se, dois.

setembro 23, 2010

a máquina do tempo lá da USP
os trouxe do distante meia-oito
são todos uns moleques, tudo afoito
que tão mais na pegada ‘bob guspe’

contrastam com esses manos meio WASP
os chefes, todos roots (de quatro-oito?)
que querem comunismo sem introito
brasília pra utopia: um vôo VASP

seu forte candidato, o cara trosko
transmite uma impressão… ele é rasteiro
assim como o restante, todos toscos

promete pro povão muito dinheiro
sem medo de nas urnas tomar toco
pimenta que não arde e nem tem cheiro.

um por dia.

setembro 23, 2010

por que o aero-trem? qual o sentido?
isso é fidelidade aos seus princípios
você que diz que ele é doido-varrido
por certo tem diversos, bons indícios

mas loucos não sustentam um partido
por tanto tempo já, com tantos vícios
gordinho de bigode, o destemido
que espera pelos ventos mais propícios

escrito na sua cara: um picareta
que pouco significa nesse jogo
espécie de refugo, um zé buceta

o que eu também sou, pseudo-sociólogo
que não tem nada, nada, só a caneta
patético é o meu poder de fogo…