a voz marcante, bela, grave, rouca
a qual eu decorei todos os tons
apenas uma parte de seus dons
mas parte que é sublime nunca é pouca

espero, ansiedade quase louca
por ter a minha dose destes sons
que são pra mim tão caros e tão bons
sem eles, minha noite ficou oca

são eles, portam luz para a razão
e muito, muito mais pra quem os ouça
humor e inteligência têm coesão

sou nulo, mas também eu sou quem ousa
e vejam só, mais um soneto vão
e vai para a mulher em frente a lousa.

Anúncios

3 Respostas to “”

  1. Saulo Eduardo Says:

    Ô Braga, seu filha da mãe que me xingou há um bom tempo na comu da sanfran (a qual nunca te perdoarei).
    Zueira hahahahaha.
    Escuta, me diz uma coisa, tu tá aprendendo alguma coisa no curso de filosofia-letras da USP (aliás, me diz, voce faz esses cursos ou nao).
    Porque eu leio teus sonetos subjetivos “espero”, sou” e as vezes me da asco cara. Não asco por serem ruins, mas porque as vezes acho que voce poderia ter um potencial em ousar mais fora da tradição- lirismo-subjetiva-sonetária.
    Oh quanta pretensão em dizer isso! Não, na verdade é só curiosidade, eu que, há muito pouco tempo comecei a ver a luz fora dos sonetos (na verdade soneto é que nem o time do Santos neh um crááásico que todo mundo se lembra até do Mengálvio) Então me diga, já leste algum autor menos tradicional, mais “poeta dos novos tempos”? De quem voce gosta? Leminski? Haroldo de Campos? Ou ainda tá na fase subjetiva-Florbela Espanca/ Rilke. Hehehe.
    Me manda uma resposta em algum lugar ai, seja Orkut ou email, whatever e vamos nos falando rs.
    Abraços formando frustrado.

  2. danielkamykovas Says:

    então, eu cismei que ia escrever 1000 sonetos e depois desencanar disso. pq? sei lá, eu tava bem louco. mas tamos aí na atividade. tô fazendo letras na fefelixo. o curso é legal, mas eu odeio ter que ir até a C.U., é longe do ipiranga (onde eu moro), sempre tem trânsito, é um saco.
    quanto aos poetas que eu gosto, sei lá… eu gosto da poesia mais que dos poetas. e tirando o pessoal da academia de letras da são francisco, todo poeta tem pelo menos um poema ‘bom’. quanto ao soneto, eu gosto pq é um puta dum exercício pra se escrever, mas conforme eu disse, vou fazer esses mil e desencanar de soneto.
    abração.

  3. Saulo Eduardo Korndörfer Says:

    Bah tem um poetinha ai chamado Glauco Matoso que cismou de fazer 10 mil e eu acho que ele tem 5000 ( e ele é cego). Deicadissoparacomisso haha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: