Archive for junho \24\UTC 2010

junho 24, 2010

um pranto longo, insano e descalado
de lágrimas que escorrem e refletem
a luz que não se encontra e não se tem
no lodo insuportável do seu fado

terrível e assombroso, o seu estado
ninguém o pensaria com desdém
pois bem, mas eles não sabem também
que a maior parte disto é imaginado

mas ela não percebe o que é irreal
fez homem um demônio, e diz que o ama
e ao mesmo tempo faz, perversa, o mal

perdido, o ser em meio a tanta trama
percebe apenas que há um carnaval
e espera amargurado em casa, à cama.

6,0 em literários

junho 16, 2010

estou nesta sala
não estou mais atento
a mente não cala
espero acalento
que não se propala
pois não é o momento
o meu bom instante
terei eu ao vento.

status variabilis

junho 16, 2010

a lua está sangrenta novamente
sorriso de rubi brilha no céu
cumprindo nobremente ao seu papel
no entanto, a ignoram toda a gente

pois querem um padrão mais excelente
de vida e já não dão valor ao véu
que cobre boa parte do bordel
ao qual ‘viver’ comparo (sou coerente?)

coerentes todos são com ideologias
coerência em conformar-se, em ser ator
mas lúcido e distante das magias (?)

e tentam recobrar ao seu valor
fazendo a uma estranha autofagia
na qual nem mesmo sentem seu sabor.

junho 11, 2010

a voz marcante, bela, grave, rouca
a qual eu decorei todos os tons
apenas uma parte de seus dons
mas parte que é sublime nunca é pouca

espero, ansiedade quase louca
por ter a minha dose destes sons
que são pra mim tão caros e tão bons
sem eles, minha noite ficou oca

são eles, portam luz para a razão
e muito, muito mais pra quem os ouça
humor e inteligência têm coesão

sou nulo, mas também eu sou quem ousa
e vejam só, mais um soneto vão
e vai para a mulher em frente a lousa.

janela errada

junho 8, 2010

o tema é bom, e você escolheu bem as imagens desta vez (você tá com febre?). continua pecando pela repetitividade, pelos excessos (sempre, mas isso é de sua essência) e pelo seu absoluto mau gosto, coisa de leitora de kundera, acho.
mas gosto é como cu, já diziam os sábios.
está melhorando. um dia ficará bom. e nesse dia odiarei você com muito mais força.