não, não virei abolicionista penal, não. nem comuna.

Na Penitenciária de Sant’Ana
estava lá, esperando uma detenta
que por estelionato foi em cana
nem sei de muita coisa dessa encrenca

devia eu entregar-lhe alguma grana
pra moça ter um pouso e um alimento
a minha espera foi bem longa, insana
pois EU me senti preso por um tempo

a minha espera, por pior que fosse
não era nem um pouco parecida
co’as delas, das internas. Era um doce

enquanto eu esperei pela saída
pensei na condição (e foi um coice)
daquela que foi presa e jaz em vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: