14 pra 13, 10 pra 13.

Sim, eu perco aqui meu tempo escrevendo esta merda
e fugindo de encarar aos fatos todos. Poucos
dias são, pois, diferentes na rotina besta,
traiçoeira, de se ser um animal medroso,
preso, só, vazio e sujo ao se ver no espelho
e entretanto nada disso ser. Uma ilusão
provocada por se ter noção errônea, cínica
do meu ser, talvez por ter achado ser melhor
divergir de todo mundo, por querer pensar,
ser maior, ganhar estrelas, galas e paixões
eu fui vão, eu fui um cão, eu fui criança má
fui estúpido, nem sei o que eu farei daqui
em diante, tanto faz. Só não repetirei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: