Soneto (op.79)

lição primeira, vá e aprenda, burro
tirando-se os enfeites da linguagem
eivada por melindres mui obscuros
existe ao que é real e ao que é viagem

viagem (também ‘brisa’) é o sussurro
daquilo imaginado, que dá margem
ao novo em pensamento, e se maduro
acaba vindo a ser: nova roupagem

mas não, jamais se engane imaginando
que seu acreditar o faz real
se não existe à vera ali rolando

tampouco acredite em ‘bem’ e ‘mal’
e deixe de ficar aí pangüando
a mente mente muito, por sinal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: