Archive for maio \26\UTC 2009

Soneto (op. 73)

maio 26, 2009

vivíamos de porre, você lembra
das noites sem pudor e sem vergonha
banheiros pestilentos como amônia
delírios de um agir que não se centra

se lembra do brasil ganhando o penta?
estava num torpor que não se sonha
tremendo em desespero e com insônia
sentia estar na cama mais nojenta

ouvi ao foguetório pela rua
tremendo e temeroso qual cachorro
exposto e envergonhado: a virgem nua

manhã na qual eu não pedi socorro
em meio a paranóia dura e crua
eu vi que dos meus medos eu não morro.

Anúncios

Soneto (op. 72)

maio 15, 2009

farei, pela primeira vez, soneto
usando pena, como se fazia
nos tempos que sonetos eram feitos
a sério, e não, jamais como gracinha.

nos tempos que era duro ser correto
pudores que eram dores. padecia,
penava qualquer um de maus trejeitos
mas tudo que tem hoje, também tinha

também naqueles tempos se matava
e tenha pois certeza, se fodia
e tinha droga e pinga das mais braba

também muitos sofriam esta agonia
com pena no papel se registrava
os versos de amor quente em forma fria.

Soneto (op. 71)

maio 11, 2009

‘a puta é uma mulher melhor que a mãe
a mãe, sempre melhor do que a esposa
amantes quase sempre são raposas
e nós, que somos homens, somos cães.

servimos, talvez, só pra comprar pães
ouvirmos todo o dia à sua prosa
e darmos falsamente algumas rosas
pedindo em casamento as suas mãos’

vai lá! duvido muito que resista
se sinta satisfeito em me julgar
me chame de misógino machista

o vício, a ilusão radicular
eterna avaliação, de tudo, à vista
virtude incompreendida é tolerar.

Soneto (op. 70)

maio 7, 2009

drummond, cabral, versaram neste tema
portanto, vou por certo dar vexame
não sei se tem gemada já sem gema
mas sei que estou por certo num exame

pras pedras, todas elas, um poema
até as pedras tem quem pois as ame
as brutas, se lapida, vai, se teima
mas eu, da brita faço meu reclame

a pedra em que me vejo é só escória
a pedra que eu sou não é datada
a pedra que combate: amor e glória

a pedra também pode ser fumada…
prefiro não entrar mais nessa história
pois tenho aqui por finda esta balada.