Soneto (op.59) –

moleque debilóide e analfabeto
você não sabe nada do que fala
está completamente sem escala
vai ter um bom caralho no seu reto

cultura que compete com a de um feto
que deve ser jogado numa vala
menino falastrão que não se cala
(por que eu não escolhi ser um concreto?)

critica pelas sombras, vai anônimo
com seu computador você é mau
ao vivo ficaria catatônico

você queria mais chupar um pau
eu sei do seu futuro e será cômico:
vai ser a passivona dos anal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: