Soneto (op.52) –

estudo d’arte faz-nos estudantes
o artista só se faz ao exercer
história, estudar-se, não faz ser
histórico. mas sim, são importantes

estudos. conhecer deve vir antes
e sempre deve ser maior prazer
mas é vazio se não vier fazer
e não devemos ser mais uns pedantes

talento enferrujando é malefício
viver sem produzir é danação
você se põe perante o precipício

aí vai disparar seu coração
eu sei, eu já passei, vai ser difícil
terá, você verá, a redenção.

Anúncios

Uma resposta to “Soneto (op.52) –”

  1. Vampira Dea Says:

    Gostei.Vc me faz lembrar de um poeta que viveu por aqui há uns séculos atrás, não sei se vc conhece um tal de Gregório, o de Matos, aquele o Boca de inferno… Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: