Soneto (op. 025) – R.A.P.A.M. (Rhythm And Poetry And Metrics)

a treta no parnaso é bagúi loko
soneto que dá tiro, é só pipoko
os deka dominaro as função tudo
até tiozin no bar jogano um ludo

os mano do alex vem chegano aos poko
ligero foru lá, desceno o toko
kagaço foi do mal, fikaro mudo
madame eu num sou teu cachorro poodle

os mano do alex, vê, só dão di doze
mas deka é bomba forti, vou falá
aqui só na verídika, sem pose

se liga sangui bão, pra respeitá
pegada do parnaso, loko in klose
tinha mais pra falá!
.
.
.
.
.
mas ponto em boka.

Anúncios

3 Respostas to “Soneto (op. 025) – R.A.P.A.M. (Rhythm And Poetry And Metrics)”

  1. Rafael Calsaverini Says:

    HAhaHAhahuaha… porra Daniel.

  2. juliana Says:

    como diria o guri do cinepadaria lá na unesp.. “tipo assim é um baguio muito loko, uma mina pra dois kara” (falando de um filme do truffaut ¬¬ ).. lembrei disso pq vc usou bagui loko ai em cima

  3. juliana Says:

    (comentário super pertinente… mas é que eu peguei o costume de falar que tal coisa é um baguio muito louco, por causa desse cara) ¬¬

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: